bloco336 bloco336

Como evitar ser tributado importando da China

Comprar produtos da China é excelente e muito vantajoso desde que no preço final, inclusa tributação, o valor final permaneça inferior ao valor cobrado pelo mesmo produto dentro do Brasil. Se você já realiza esse tipo de compras ou conhece pessoas que o fazem, já deve ter notado que algumas vezes a compra é taxada e outras vezes não. É nessas horas que é importante você conhecer formas de se evitar essa tributação. Além disso, é muito importante que você conheça seus direitos e deveres. Aprenda a seguir como evitar ser tributado importando da China e faça suas compras custarem menos.

Taxação de produtos a partir do segundo semestre de 2014: Uma notícia preocupou, e muito, os consumidores brasileiros adeptos da importação no segundo semestre de 2014: a Receita Federal anunciou a implantação de um sistema que impediria a livre entrada dos produtos no país, incluindo pacotes com valor inferior de US$ 50.

Teoricamente a fiscalização seria maior e envolveria fiscais e inclusive Correios para evitar a quebra da ação. Inicialmente a ideia era começar no segundo semestre e o sistema estar a todo vapor em janeiro de 2015. O valor de imposto em cima do total do pedido seria de 60%.

Até o final de 2014 não foi notada ação real e sem exceção desse anúncio, existindo ainda formas de ser evitar a tributação.

Vale ressaltar que mesmo com essa alteração e maior fiscalização são livres de impostos os produtos farmacêuticos, livros e periódicos importados, bem como envio de encomendas de pessoa física para pessoa física.

Dicas para não ser tributado importando da China

            Para evitar a tributação de produtos importados da China, mesmo aqueles comprados em lojas e enviadas por pessoas jurídicas siga as seguintes dicas:

1)      Evite compras acima de US$ 50;
2)      Compre em épocas de pico – como Natal, Black Friday e outros feriados comerciais;
3)      Evite a compra de produtos que exijam uma embalagem com peso e dimensão muito grandes – quanto maior o pacote, mais ele chamará a atenção;
4)      Opte por envio e compra em sites que oferecem fretes a baixo custo – quanto menor o frete, menor a taxa de tributação também;
5)      Solicite ao lojista que envie o produto com nome de pessoa física e para pessoa física;
6)      Solicite também que na embalagem venha escrito “GIFT” (presente, em inglês);
7)      Caso tenha comprado um produto eletrônico, solicite ao comerciante que coloque o valor real pago (o mais barato) na nota fiscal para evitar que, em caso de tributação, seja cobrado sob o valor sem desconto;
8)      Peça para que não conste informações do comércio – como logomarcas e anúncios – na embalagem do pedido.

Vale ressaltar que essas dicas aumentam a probabilidade de você não ser taxado, contudo caso ocorra o procedimento é legal e cabe a você realizar o pagamento solicitado.

showadsensebloc